Kachisou na Splaft!

Kachisou na Splaft!

Kachisou na Splaft! 19.

Para as fotografias da exposição de Kachisou no XIX Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja, clicar aqui.

Kachisou é o pseudónimo artístico de Cátia Sousa (Faro, 1994), cujo trajeto se revela extremamente peculiar.

Se se iniciou na leitura de banda desenhada em terna idade, foi aos 15 anos que descobriu as mangas. E, após ler uma entrevista com Matsuri Hino, a autora da série de manga Vampire Knight, decide o rumo da sua vida profissional – tornar-se mangaka, uma tarefa hercúlea que inicia de forma completamente autodidata.

Se, com a atual popularização da manga entre os leitores mais jovens, esta decisão pode não parecer original, são as suas conquistas no Japão que demonstram o vero talento de Kachisou. Em 2017, teve a sua primeira conquista com um “Award nominee” no SMA7 (Silent Manga Audition), e em 2018, no SMA8, venceu o concurso de manga com o título “Grand Prix Runner-up”. Este último prémio concedeu-lhe o título de “SMA Masterclass”, título exclusivo da editora Coamix em que o artista consegue todo o acesso a uma rede de artistas, editoras e autores de manga profissionais, bem como direito a um curso intensivo no Japão. Em 2019, voltou a ganhar outros dois prémios no SMA, desta vez num “round extra”, o prémio “Excellence Award Runner Up” no SMAEx4 e um “Grand Prix Runner-up” no SMAEx5. E, em 2020, foi uma das vencedoras do “Takamori Flaf Int Manga Camp” (SMAC/Coamix).

Em Portugal, foi a vencedora do Concurso “Universo Manga” Bubok-ptAnime, em 2019, que viria a originar a publicação do livro de manga Weak no ano seguinte pela Bubok, o qual teve direito a 2 nomeações nos Prémios Bandas Desenhadas 2020. O livro, para além das bandas desenhadas “A Tua Força” e “Amigos”, que levou a autora a vencer o concurso, inclui também a BD “Fear”, a qual tinha sido disponibilizada pela autora online em 2019 e rendido mais de 13 mil visualizações na altura. A primeira edição do livro (designada por deluxe) teve ainda direito a conteúdos exclusivos – a manga “Senta!”, diversos 4-koma, storyboards, notas do processo criativo e uma entrevista à autora.

Em 2020, participou com uma BD curta na antologia Virar a Página, editada por André F. Morgado.

O seu segundo livro de banda desenhada editado em Portugal surgiu em 2022 e intitulou-se Quero Voar, sendo editado pela cooperativa editorial A Seita na sua coleção Comic Heart. Ao invés de Weak, esta obra apresenta uma única narrativa, onde Kachisou continua a apostar nos dramas da adolescência.

Também em 2022, com argumento de Pedro Moura, é publicada na revista “Cais” e no site Bandas Desenhadas a BD curta “Daydreaming”, ilustrada por si.

Paralelas à BD, destaca-se ainda a direção de arte do segmento “Natal Futuro” no filme «O Natal de Bruno Aleixo» (2022), a ilustração da antologia de contos de ficção científica “Centelhas do Caos – Contos Atípicos” (Frenética, 2023) ou a participação no livro “Tarzan dos Macacos e Outras Histórias da Selva” (Saída de Emergência, 2022).

Kachisou na Splaft

Deixa um comentário