BD² – Base de Dados de Banda Desenhada

Geoff Johns

Nascimento: 25 de janeiro de 1973
Naturalidade: Detroit, Michigan, EUA

Licencia-se em 1995 na Michigan State University, tendo estudado artes dos media, guionismo, produção cinematográfica e teoria do cinema. Aquando de um estágio com o realizador Richard Donner conhece, em 1997, vários profissionais da DC Comics. Tendo-lhe sido dada a oportunidade de sugerir ideias, Geoff Johns cria e escreve o argumento da série  Stars and S.T.R.I.P.E., publicada entre 1999 e 2000. Em 2000, começa a coescrever JSA e no mesmo ano torna-se o argumentista regular de The Flash, enquanto vai escrevendo outros argumentos nos anos seguintes. Paralelamente ao seu trabalho na DC, no primeiro quinquénio da década de 2000, colabora com outras editoras, em especial a Marvel Comics (p.e., The Avengers, Icons: Vision, The Thing: Freakshow, Morloks).

Em 2005, escreve a minissérie Green Lantern: Rebirth, prosseguindo na série do personagem. Segue-se Infinite Crisis e, em conjunto com 3 outros argumentistas, a série semanal 52. Outros trabalhos do último quinquénio dessa década foram as séries Justice Society of America e Booster Gold, bem como as minisséries The Flash: Rebirth e Blackest Night, entre outros.

Alguns dos seus trabalhos na década de 2010 são Brightest Day, Flashpoint, várias séries do período Os Novos 52 (Justice League, Aquaman, Green Lantern, Shazam! e Superman), Batman: Earth One e Doomsday Clock.

Para além do seu trabalho em BD, Johns escreveu alguns episódios de séries televisivas como Smallville, Justice League Unlimited e Blade. Em 2010, Johns foi nomeado Chief Creative Officer (CCO) da DC Entertainment, a qual tem como missão expandir a DC Comics para outras plataformas de media. Johns e Marv Wolfman foram os principais guionistas do videojogo DC Universe Online (2011). Foi coprodutor e consultor criativo do filme Green Lantern (2011). Em 2012, começou a escrever alguns episódios para a série televisiva Arrow, tendo codesenvolvido e se tornado produtor executivo da série The Flash. Foi produtor executivo do filme Batman v Superman: Dawn of Justice (2016). Em 2016, foi promovido para President and Chief Creative Officer, reportando diretamente a Diane Nelson, a Presidente da DC Entertainment. Foi produtor do filme Justice League (2017). Em 2018, abandonou o seu trabalho executivo na DC Entertainment, criando a Mad Ghost Productions, uma produtora que trabalha para a Warner Bros. e DC Entertainment em cinema, televisão e banda desenhada baseada nas propriedades da DC Comics. Codesenvolveu a série Titans e criou e é produtor executivo da série Stargirl. Coescreveu o filme Wonder Woman 1984 (2020).

Obras de BD publicadas em Portugal

One-shots

  • DC Universe: Rebirth
  • Divergence (Free Comic Book Day)
  • Green Lantern: Sinestro Corps Special
  • JLA/JSA: Secret Files and Origins
  • JLA/JSA: Virtue and Vice
  • Justice League: Darkseid War Special

Séries

  • Action Comics (vol. 1)
  • Aquaman (vol. 7)
  • Doomsday Clock
  • The Flash: Rebirth (vol. 1)
  • Forever Evil
  • Green Lantern (vol. 4)
  • Hawkman (vol. 4)
  • JSA
  • Justice League (vol. 2)
  • Teen Titans (vol. 3)

O Bandas Desenhadas está atualmente a elaborar a base de dados referentes ao ano corrente. Está interessado em colaborar com a BD² quanto aos anos anteriores? Envie-nos os dados e dar-lhe-emos crédito pela sua colaboração.

Início | Autores | Editoras Nacionais | Editoras Originais | Séries de BD

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.